quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Quarta-feira em poesia -


Não Me Peçam Por Um Jardim Gramado

Ladyce West -
Não me peçam por um jardim gramado,
Por um tapete verde, cobertor esperançoso,
Alfombra ondulada que revele
As curvas sensuais do meu terreno.
Este sítio de sopé,
Que acaba num riacho tortuoso,
Borbulhante, cascateado,
Ao fundo do alqueire --
Este meu domínio --
Já é sedutor suficiente,
Insinuante e dissimulado,
Amante insincero e encantador.

Grama aparada, curtinha, fechada,
Tecida na terra vermelha,
Para mim é coisa estrangeira,
De campo de golfe, ou de mansão inglesa.
Não mostra toda a riqueza de textura,
Das plantas que verdejam nossos quintais.
Prefiro as forrações de terreno tropicais,
Densas na trama, rebeldes, sem frescuras.