segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Meu Ziraldo favorito (2): O Joelho Juvenal,

Era uma vez um joelho que se chamava Juvenal.
Juvenal tinha um problema, coitado: vivia todo escalavrado.
Também, quem mandou o Juvenal ser o joelho de um menino levado?
Juvenal queria muito aprender língua de menino só pra dizer assim: “Menino, tem dó de mim!”Mas, quando o esfolado sarava, Juvenal bem que gostava de correr e de saltar.E ele se desdobrava e se dobrava outra vez todo alegre, pois sabia que, indo e vindo, fazia o menino feliz.E ficava muito atento conversando com o pé (pois o pé e o joelho se falam).– Cuidado aí, companheiro! Pode ser que no meio do caminho tenha uma pedra, tenha uma pedra no caminho...... e aí você tropeça e quem vai sofrer sou eu.Mas, não adiantava nada! O pé sempre tropeçava e lá ia o Juvenal outra vez pra enfermaria!O Juvenal era muito religioso! Mas, tinha um probleminha com a Semana Santa (que vinha logo depois das férias).
Imaginem O Juvenal em que estado estava quando as férias acabavam!
Aí vinha a Semana Santa... E o Juvenal, coitado, todo cheio de esfolados, tendo tanto pra rezar!Mesmo assim, o Juvenal gostava muito da vida, do vento ventando nele, quando o menino corria, todo feliz, pelo mundo.E Juvenal adorava quando a água lhe batia até onde ele se achava para ver se a água dava pé.Assim como o pé e a canela ele também pensava: “É o fino ser mergulhador submarino”.Um dia, tudo ficou escuro para o Juvenal. E aí, ele descobriu que o menino tinha crescido.E agora, em vez de short, calção ou calcinha curta, usava calça comprida.Por isso, hoje, Juvenal tem um pedido a fazer aos fabricantes de calças.Que tal criar um modelo de calça, sob medida, que tenha dois buraquinhos pro Juvenal ver a vida?!




Este livro foi escolhido por Marcelo Valença que tinha joelhos Juvenal, escalavrados porém felizes e que tornou-se um cara legal como o Menino Maluquinho.

Leia também:Meu Ziraldo favorito(1):O Menino Maluquinho, clicando aqui